VIGILÂNCIA SANITÁRIA – 7 ORIENTAÇÕES PARA PREVENIR RISCOS APÓS CHUVAS E/OU ENCHENTES

VIGILÂNCIA SANITÁRIA – 7 ORIENTAÇÕES PARA PREVENIR RISCOS APÓS CHUVAS E/OU ENCHENTES


Publicado em: 15/01/2016 00:00

Whatsapp

 

A Vigilância Sanitária Municipal orienta os moradores sobre as formas de prevenção de riscos após casos envolvendo enchentes ou chuvas fortes, como as registradas nos últimos dias em toda a região. As medidas fazem parte de comunicado publicado pelo Centro de Vigilância Sanitária (CVS), vinculado à Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde.

Geralmente, o contato com a água e lama decorrentes de chuvas e enchentes pode se tornar a causa de várias doenças por abrigar resíduos e micro-organismos de diversas origens. Além disso, tais resíduos podem contaminar pisos, paredes, móveis e outros objetos da casa. Abaixo, seguem as sete orientações do CVS para a prevenção de doenças:

1 – Evite o contato com as águas e lama das chuvas e enchentes. Caso seja inevitável, permaneça o menor tempo possível. Não deixe que as crianças nadem ou brinquem na água e na lama. Além do perigo de enxurradas, elas podem adoecer. Uma dica é proteger os pés e as mãos com botas e luvas de borracha ou sacos plásticos duplos.

2 – Jogue fora medicamentos e alimentos (frutas, legumes, verduras, carnes, grãos, leites e derivados, enlatados, etc) que entrarem em contato com as águas da enchente, mesmo que estejam fechados ou embalados com plásticos, pois, mesmo assim, podem estar contaminados.

3 – Lave bem as mãos antes de preparar alimentos e ao se alimentar.

4 – Procure beber água potável e que não tenha tido contato com as enchentes, bem como utilizá-la para o preparo de alimentos, especialmente das crianças menores de um ano. Para garantir que a água esteja própria para o consumo, coloque-a para ferver por um minuto e acrescente duas gotas de hipoclorito de sódio com concentração de 2,5% (água sanitária) para cada litro de água.

5 – Os frascos de hipoclorito de sódio a 2,5% podem ser encontrados em farmácias ou supermercados. Caso a cidade sofra com chuvas e enchentes mais intensas, a própria Defesa Civil e Vigilância Sanitária podem distribuir o produto gratuitamente às famílias atingidas. Caso não o encontre, utilize a água sanitária comum, tomando cuidado de adquirir apenas aquelas que possuam registro e não contenham outras misturas.

6 – Se sua casa for atingida por uma enchente, espere pelo recuo da água e imediatamente providencie a limpeza e desinfecção dos ambientes, utensílios, móveis e demais objetos, sempre com a utilização de luvas e botas de borracha (ou sacos plásticos duplos), removendo, com escova, sabão e água limpa, toda a lama que restar na casa. Utensílios domésticos (panelas, copos e pratos) podem ser lavados normalmente com água e sabão e depois mergulhados em uma solução desinfetante com um copo (200 ml) de água sanitária – hipoclorito de sódio a 2,5% - em quatro copos de água potável (800 ml), deixando-os ali por, pelo menos, uma hora. Para pisos, paredes e demais objetos, repita a mesma solução com um balde de 20 litros de água. Umedeça um pano na solução e passe nas superfícies, deixando-as secar naturalmente.

7 – Caso tenha um poço em casa e este for atingido pela enchente, é necessário fazer a desinfecção da água. Para isso procure orientação na Vigilância Sanitária, situada à Rua Cerqueira Cezar, 226, no centro de Bocaina. Mais informações pelos telefones (14) 3666-1266 ou 3666-3030.
 


Leia também

Diretoria de Saúde

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO

10/02/2020 10:50

Diretoria de Esporte e Juventude

Prefeitura de Bocaina entregará obras em Complexo Aquático Municipal

27/01/2020 16:10

Diretoria de Desenvolvimento Econômico

ALISTAMENTO MILITAR 2020

20/01/2020 10:20

Diretoria de Turismo

Feliz 2020

30/12/2019 00:00