Bocaina sinaliza com a volta do Banco do Povo Paulista

Bocaina sinaliza com a volta do Banco do Povo Paulista


Publicado em: 31/05/2017 00:00

Whatsapp

 

O Banco do Povo Paulista é o Programa de Microcrédito Produtivo do Governo de São Paulo , executado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho , em parceria com as prefeituras.

O programa é voltado à concessão de empréstimos para empreendedores formais ou informais, MEIs, produtores rurais formalizados, cooperativas e associações de produção formalmente constituídas, visando promover geração de emprego e renda.

Em Bocaina , as atividades do Banco do Povo Paulista estiveram paralisadas desde 2013 , e com empenho do prefeito Marco Antônio Giro , com a intermediação dos Deputados Davi Zaia , Chico Sardelli e do Secretário de Agricultura do Estado , Arnaldo Jardim , nossa cidade está ás voltas da reabertura de sua unidade.

“Vejo nesse primeiro momento, que a formalização do reinício das atividades do Banco do Povo em Bocaina , virá atender à uma grande necessidade de nossa população. Com os valores disponibilizados pelos financiamentos do Banco , nossa economia se fortalecerá e permanecerá ativa , melhorando consideravelmente as condições de vida de nossa gente” , elencou o prefeito Pipoca , logo após reunião na sede da Secretaria do Emprego e Relações do trabalho , acompanhado de Kiko Danieletto , assessor do Dep. Chico Sardelli.

Segundo informações da SERT , em no máximo 3 meses , as atividades estarão à disposição da população bocainense.

A seguir , conheça um pouco mais sobre o Banco do Povo Paulista:

Requisitos exigidos para aquisição de financiamento junto ao Banco do Povo Paulista

Desenvolver atividade produtiva (formal ou informalmente) no município;

Se pessoa física, residir no mesmo município há mais de 2 anos ou possuir negócio há mais de 2 anos com endereço fixo no município;

Se pessoa jurídica, não há restrição de tempo de residência;

Ter faturamento bruto de até R$ 360 mil nos últimos 12 meses;

Não possuir restrições cadastrais no SCPC, SERASA e CADIN Estadual.

Garantias exigidas:

Devedor solidário (pessoa física, sem restrição cadastral, podendo ser parente de 1º grau); e

Alienação fiduciária (para a modalidade investimento fixo com alienação fiduciária).

Tipos de Financiamentos:

Capital de Giro;

Investimento Fixo;

Misto (Capital de Giro + Investimento Fixo).

Taxa de Juros e Encargos:

Juros pré-fixados de 0,35% a.m.;

Comissão de permanência: 2,5% a.m. (sobre parcela em atraso);

TAC: Isenta;

IOF: Isento.

Limites de Crédito:

A concessão do valor solicitado está sujeita à análise de pagamento do solicitante (e do avalista, quando aplicável). A destinação dos recursos deverá estar enquadrada nas normas do programa.

Pessoa Física - com atividade produtiva própria ou produtor rural sem CNPJ:

1º crédito até R$ 5.000,00

2º crédito até R$ 7.500,00

3º crédito até R$ 10.000,00

4º crédito ou posterior até R$ 15.000,00

Pessoa Física - produtor rural com CNPJ:

1º crédito até R$ 7.500,00

2º crédito até R$ 10.000,00

3º crédito até R$ 15.000,00

4º crédito ou posterior até R$ 20.000,00

Pessoa Jurídica – ME, MEI, LTDA e EIRELI:

1º crédito até R$ 7.500,00

2º crédito até R$ 10.000,00

3º crédito até R$ 15.000,00

4º crédito ou posterior até R$ 20.000,00

Associações Produtivas e Cooperativas:

1º crédito ou posterior até R$ 25.000,00

O valor mínimo para qualquer das modalidades de empréstimo é de R$ 200,00.

Prazos de Financiamento:

Pessoa Física - com atividade produtiva própria ou produtor rural sem CNPJ: até 24 meses;

Pessoa Física - produtor rural com CNPJ: até 36 meses;

Pessoa Jurídica – ME, MEI, LTDA e EIRELI: até 36 meses;

Associações Produtivas e Cooperativas: até 36 meses.